h1

Crise Existencial

10 Janeiro, 2007

Quantas e quantas vezes não é a crise existencial o doloroso empurrão em direcção ao pensamento crítico e ao questionamento de tudo o que parece? Quantos de entre os leitores não colocaram questões como “Qual é o meu propósito? Qual é o propósito da humanidade?”

Alguns encontraram conforto em crenças sobrenaturais. Outros debateram-se, de formas diversas, alcançando conclusões diferentes, mas que fornecem uma explicação satisfatória e guiam a acção do leitor.

Mas é caminhar sobre gelo fino. O paradoxo de acreditar que a vida é importante, contra a visão da aparente falta de propósito universal que é inerente à condição humana. A resolução do conflito poderá levar ao paradigma anterior. Noutras pessoas, fornece uma janela para o pensamento crítico. Mas noutros casos, mais trágicos, levará à apatia ou ao suicídio.

É sempre uma questão de saber utilizar, proveitosamente, os nossos dínamos emocionais. Mas nem sempre sabemos como utilizar essa energia, resultando, frequentemente, num desperdício lamentável.

40 comentários

  1. Porque é que nos lamentamos daquilo que fizemos errado e não tentamos corrigir?
    Porque é que nós ficamos à espera que a felicidade nos bata à porta e não lutamos por ela?
    Porque é que nos queixamos da inércia dos outros quando estamos parados?
    Porque é que, com medo de errar, não arriscamos?
    Porque é que buscamos uma utupia a toda a hora e não tentamos melhorar o mundo em que estamos?
    Porque é que pensamos que estamos condenados a viver tristes e não levantamos a cabeça e tantamos sorrir?
    Porque é que continuamos imunes aos problemaas dos mais fracos e fingimios que não vemos a dor daqueles que nos pedem ajuda?
    Porquê?
    Porque é que o mundo tem de ser como é?
    Quem me dera que fosse melhor…
    Mas, porque é que tenho a certeza, que mesmo que ele fosse melhor, continuariamos a queixar-nos e a lamentar-nos da nossa infelicidade e pouca sorte?
    Lutemos! Sigamos em frente e não tenhamos medo de arriscar e errar.
    Se tal acontecer só nos resta levantar a cabeça e seguir em frente!…
    E com a certeza que continuarei a não ser entendida por ninguém.
    Maldito ruído!


  2. É sempre importante perguntar “Porquê?”. Independentemente dos propósitos ou circunstâncias.

    :)


  3. Isso é uma verdade, principalmente para quem o sofre com lucidez em si, quando alguem passa por um problemas desses, nem sempre estará preparado para tal crise existencial, principalmente os mais apegados ao exterior, do que o interior. Quem quiser e saber conversar comigo sobre crise existencial, me contate com o email acima, no MSN Messenger.


  4. o amor nao tem sentido quando nao é correspondido ..
    nao sei como fazer o amor de minha vida depois de 15 anos de casados voltar pra mim..nao fiz nada de errado mais nao sei aonde errei e como errei ela nao me fala o motivo fico de pes e maos amarrado como corrigir oq vc nao sabe oq errou?
    mais ainda luto por este amor que pra mim esta somente adormecido e nao morto!!!!


  5. o sentido da vida encontra-se em um relacionamento intimo com Deus.vivemosnuma sociedade do ter.na qual o ser encontra se sufocado.O homem sem Deus é sempre vazio e insatisfeito.A vida sem Deus termina destituída de significado.


  6. Acredito que perguntar o “porque” é importante, no entanto, não damos atenção ao para quê, qual a finalidade disso, qual o objetivo disso, isso acontece assim e vai chegar aonde.
    Quando prestamos atenção no “pra quê” enxergamos o rumo do nosso caminhar, então julgamos de acordo com nossos princípios, valores, objetivos originais, sentimentos e pensamentos se é esse objetivo mesmo que queremos alcançar.
    Daí cabe a cada um escolher: se você concorda com o rumo que está tomando, siga-o (sempre de mente aberta para outras perspectivas tbm né), se não mude, saia da onde está e procure seu caminho.
    Na minha opinião esse “mude” é um grande obstáculo que barra o homem e é tbm um ponto diferencial entre aquele que ruma para onde deseja e aquele que pergunta porque está indo pra um lugar que não quer ir.


  7. Porque eu vivo sem ter a certeza que existo? Se estou aqui neste lugar mesmo? Tenho a sensaçao que nao estou nesse mundo, parece que a frieza me domina E as vezes parece que nada faz sentido que tudo vai acabar um dia com a morte?
    A filosofia, desde que eu a conheci profundamente, maldito dia, tudo e confuso…
    O que que iria me tirar essa horivel e sufocante situação?


  8. Acredito no mal da crise existencial,porque encontro-me neste momento doente desta situação.Até ao ponto de pensar no suicidio mas,esta situção já vem de muito pequeno,isto por volta dos(4 e 5)anos.
    Estou agora com 56 anos e as ideias pressistem.Pensando o porquê, cuncluo, que se não alinha-se naquilo que o anterior estado e os nossos proprios progenitores nos obrigavam a comer sa tais sopas de cavalo canssado no in tuito de nos matar a fome mas não o que nos fizeram foi uns alcoólicos na mais tenra idade,mas agora estou a tentar sem ajuda médica, o que não aconselho a fazer a niguém,largar o alcoól e estou a ver a vida com positividade.Mas nunca esquecendo com muita tristeza.Os filhos da mãe que nos deixaram neste estado mas deixo os votos que todos lutem com muita força, ACREDITEM QUE COMO EM TUDO, A LUTAR VENCEMOS TUDO ATÉ A CRISE EXISTENCIAL.BOA SORTE|||


  9. Contem as vossas historias porque vos faz bem desabafar,aqui ninguem vos critica mas sim, ajudam-nos a avaliar o vosso estado, venham digam o que sentem e dar-vos-ei a resposta mais adequada ao vosso estado de espirito. um Amigo.


  10. Oii, acho que sou a mais nova daqui, tenho 16 anos. Não sei o que acontece, eu quero saber o porque de tudo… Chego a duvidar da minha existencia, da existencia de Deus! Quem disse que ele existe? acreditamos nisso porque? Eu cansei de ser assim! Cansei de chorar por isso. Eu tento conversar com outras pessoas, não me escutam, não me levam à sério.. Não sei mais o que faço.!! Cansei..


    • sabe, eu sei da minha existência, como sei? os meus sentimentos servem para isso, principalmente a tristeza, a dor de se perder algo ou alguém, a estou sentindo agora; estou vivo. Se DEUS existe eu não sei, por isso dou razão a quem se diz ser ateu, eu não sou, não posso provar a existência dele isso e questão de fé e eu a tenho.
      abraço.


  11. Gostaria que alguem respondesse, porque mesmo sabendo da existencia de Deus e não duvidando dela por já ter tido experiencia factível, o individuo pode entrar em crise existencial?! É na verdade crise?!


  12. Cristiano, não é exatamente assim. Comigo (não sei com as outras pessoas), chego a duvidar da MINHA existência, quem dirá da de Deus. Porque você acredita que ele existe? Porque todos afirmam isso, porque todos acreditam, existe prova concreta? Quem disse que ele existe? Porque você acredita nisso? SIM, isso é uma crise… Espero que não tenha passado por isso, nem passe…


  13. Olá Mariana,tens de tomar atenção a uma coisa,ainda és muito nova para duvidares de ti,tu és uma força da vida na tua tenra idade.Tens de divertir-te.porque um dia chegas mais longe e pensas o mesmo.Olha-te ao espelho e repete várias vezes eu sou bonita inteligente e ninguem é melhor que eu.Desejo com muita força o teu exito,demonstra-me.que és capaz.Eu acredito em ti.


  14. Oi,Cristiano quanto a deus,eu ainda hoje estou em duvida,Mas a crise existencial existe,exp.quando não chegamos onde queremos,nos estudos nos amores,nas amizades,etc.Agora temos é que fazer uma retropectiva de nós mesmo, porque sem dar-mos por isso o mal podemos ser nós mesmo,nós tambem fazemos mal a nós próprios e não damos conta disso.Pensa bem nisso oK? Lembra-te não estás só no mundo.Boa sorte.Acredita em ti e verás melhor o teu mundo.As crensas viram ou não. Um abraço.


  15. José Ventura, obrigada pelas palavras de apoio, porém, não faço questão de ser bonita, e melhor que ninguem. Só quero uma resposta… O mundo é formado por pessoas hipócritas que não pensam na sua existência, e eu não quero ser mais uma delas. Sim, isso me faz mal; mas eu quero saber o porque, como existimos.!!


  16. Olá,Mariana, vim visitar este site mesmo por tua causa, para já deste um passo positivo em responderes.Ora, vejamos, a razão da tua existência passa por tu teres nascido,foste criada talvez num mundo da infância feliz e verdadeira.Agora estás a ser uma mulher em altura de muitas confusões na tua mente,onde estás a descobrir a verdade dos factos,onde um deles é a falcidade e hipócrisia está patente desde que iniciamos o nosso conhecimento sobre o ser humano, a própria sociedade assim nos habitua,terás de viver com isso.Espero ter respondido ás tuas duvidas.


  17. Tudo bem, não questiono as pessoas que desejam continuar com essa vida, mas eu quero saber quem me colocou no mundo (sem ser meus pais) quero saber o porque de eu vir aqui, quem inventou tudo isso? Ninguém sabe. Todos acreditam em um poder que disseram pra eles acreditarem.!! Deus, é uma força, um poder do qual se transforma em uma base. O ser humano não vive sem bases, e talvez isso faça com que o mundo continue desse jeito. Ninguem vai atrás de respostas.


  18. Então Mariana, pensa bem deus existe na mente de algumas pessoas que se servem disso mesmo para fazer mal aos outros,repara nas guerras que se passam no mundo,cada uma tem a sua crença ou é álá o buda a vaca em fim todos em favor desses deuses matam e extreminam outras raças que não são da mesma crença.A única resposta para isso é quanto mais ligarmos a isso pior ficamos.Não penses nisso ,como te digo terás tempo mais que suficíente para teres este tipo de duvidas.Verás, mais tarde que tenho razão.Um abraço.Escreve sempre.


  19. Olá Amiga sei que chegas-te a este blog, aproveito para dizer-te que contigo, aprendi a ser mais forte e fazer frente ás adversidades que por aí deambulam com muita maldade muito obrigada.Que tenhas tudo de bom porque bem o mereces.


  20. Olá, que bom que concordas comig sobre a existência de tal. Percebi que quanto mais pensamos, ou quanto mais questionamos, mas temos crises (exatamente como você disse), porém, creio que não há resposta para nada, independente do ponto do qual chegarei, questionarei da mesma forma. Sim, terei muito tempo para questionar tudo, mas… porque deixar para amanhã se podes fazer hoje? Eu não sei de mais nada. rsrs.

    Ah, e aproveito agora para avisá-lo que só voltarei a postar domingo, pos irei viajar.

    E fico feliz em ter te ajudado. Conversar com você também tem feito muito bem para mim. Que você tenha tudo de bom também.

    Obrigada


  21. Aí está, Mariana,era mesmo isso que esperava de ti,vai diverte-te e não penses em mais nada, verás que vale mesmo a pena viver sem confusões.Fica bem,quando queiras tens a minha verdade,não te esqueças que eu acredito em ti.


  22. Olá José Ventura, desculpa pelo atraso. Conversei com meu pai sobre o assunto, ele disse o que pensa, vários pontos. De um destes, resolvi vir te contar. Perguntei se acreditava em Deus, ele respondeu afirmativamente, dizendo que, pra ele, não era uma força sobrenatural, ou mesmo uma pessoa. Ele disse que Deus, era uma força dentro de cada um de nós. Uma força da qual aparece quando precisamos. Realmente, concordo com ele, e gostei da opinião dele. Porém, como todas as pessoas com crises existenciais: Mas porque eu tenho que ter um poder? rsrs tudo bem, essa minha crise já passou, embora pensasse nisso a cada momento, sigo minha vida, sem fazer perguntas, apenas tentando ser feliz… Espero o mesmo de você.


  23. Olá Mariana, fizes-te muito bem tirar essas duvidas todas com o teu pai, ele também está certo no seu pensamento,por ai vais vendo diversas opiniões sobre crenças,são por certo mais os que acreditam em deus que aqueles que não.Há muita tendência quando não estamos bem na nossa psico em não acreditar-mos em nada.Será mesmo melhor divertir-te
    a visitar este tipo de blogs.Um abraço.


  24. oi como vão todos,tudo na boa.


  25. José Ventura, lembra-se de mim?
    Estava viajando em alguns sites e resolvi passar por aqui novamente. Como estão as coisas?
    Bom, aproveitando minha volta, queria dizer que minhas crises se foram, pelo menos até agora. Acho que sempre continuarei com todas essas dúvidas, independente do ponto no qual chegarei, e mesmo querendo saber, aposto que nunca conseguirei atingir uma resposta que me convença o suficiente para para não questioná-la.

    Até logo. Um Abraço.


  26. Olá,Mariana para já tens um nome que eu gosto,vê bem como é a vida,eu desde a ultima vez que contatamos tenho andado a ver se aparecias por aqui.Quanto a esquecer-te nunca,gosto de saber que já estás melhor pois eu tambem.Não te assustes vem a este blogue porque eu estava á tua espera.A nossa exestencia vai durante a nossa vida ser assim,umas vezes sentimo-nos baralhados,mas não deves assustar-te.Repara que não estás só no mundo com essas duvidas.Diz e pergunta o que queiras que eu ajude-te.Um


  27. Bom saber que não serei esquecida. Quero que saiba que também não será. Vim a este blog nos ultimos tempos, e as vezes releio toda nossa conversa. Me faz bem. Penso que não devo duvidar disto para não ser louca, mas não devo esquecer para não ser hipócrita, porém, o que faço para não ser assim? Bom, não quero continuar essa história, rsrs. Entretanto, quem foi assim um dia, nunca mais voltará ao normal né?! Sinto um alívio ao saber que não estou só e que não sou a única louca. Não quero mais perguntas, e muito menos tentavas de respostas. rsrs.


  28. Olá Mariana,ainda bem que voltas-te,aguardava por ti
    para me dares boas noticias,não estas que, não deves
    pensar que estás louca,mas numa idade das confusões.Lembras-te que te disse,mais tarde vais compreemder tudo isto,já te disse também qoe deves viver mais para ti,porque tudo resto virá normalmente.Já agora vou dizer-te que com a nossa conversa eu tambem me sinto bem melhor.Por isso repara que provalmente precisas de uma amiga com quem possas desabafar,que achas.mas podes sempre que queiras vir aqui para escrever-nos Ok? abraço.


  29. Olá Mariana, caso apareças. Deixo-te aqui os votos de Feliz Natal e Muito bom Novo Ano 2010.Abraço.


  30. Ola Jose, é a primeir a vez que escrevo mas estou passando por um a crise existencial e lógico que com marido tambem..ha 3 meses. e posso te dizer que o0s piores da nossa vida…Deus ja deu sinal de vida em duas circunstancias importantes e o abençoei como nunca…mas realmente nao tenho tido muitas forças para sair do buraco pois meu marido qdo converso fica muito bravo e magoado mas ele tem me magoado tbem, trabalha numa empresa japonesa. ele tem 58 anos e todo o resto em torno de 25, 30 anos e começou achar graça na vida dos joven e a agir de modo diferente comigo, principalmente com agressoes orais e outras atitudes que nao quero comentar, mentiras (bobas) como nao chegou a viasde fato me diz que esta sendo considerado criminoso injustamente ( a parte da seduçao , nao seria trair Tbem)e isto acabou gerando muita dor para ambos…
    e com a dificuldade de ele assumir qualquer besteira


  31. Olá Maria Isabel,por o destino ser tão certo!é nisso que devemos acreditar,vejamos ontem foi dia 4 de janeiro estava a Isabel a desabafar neste site. Hoje dia 5 vim eu visitar o mesmo, como tal a Isabel! ainda não deve pensar em crise.Esta fase nos homens é um pouco complicada,embora que exista motivo de preocupação na reacção do seu marido quanto aos jovens,pergunto?têem filhos.caso negativo,poderá ser esse um motivo,talvez não seja mà ideia ignorar a conversa e tentar ir percebendo aos poucos e com muita calma, ver o que se passa.Acho que deve expressar-se em tudo isso far-lhe-á bem.Uma braço amigo.Agora vou visitar o site para ajudar.


  32. Boa saude, para todos os visitantes deste blog.


  33. Decartes


  34. Oi José Ventura. Lembras de mim? rsrs.
    Nunca mais postei. Senti saudades.
    Vi o post agora sobre o Feliz Natal e Feliz Ano Novo, se considerar meus votos de reciprocidade mesmo um pouco atrasado, ofereço-os e agradeço por ter feito parte de um dos momentos mais dificeis pra mim. Obrigada


  35. Olá,Mariana, claro que não me esqueci de si,fico feliz em saber que está melhor, esse era o meu maior prazer, mais será se a sua mente está sossegada, pois isso é o mais importante para sorrir novamente.Espero que não demore tanto tempo a dar-me noticias.Sempre que queira tem aqui um amigo.Abraço


  36. Tenho 18 anos,quase 19,e minha crise existencial gira em torno da minha nova vida: mudei de cidade após passar no vestibular,morando longe de todos,odiando o curso,tentando manter esperanças de que vou conseguir transferência para o curso que realmente gosto,não adaptada à república estudantil…
    Um dia estou super bem,rindo,me sentindo livre,já no outro estou me sentindo horrivel, excluida,achando que todos estão contra mim,arrependida por escolhas passadas…

    Agora,após pesquisar sobre o assunto,é que percebi que o que estou sentindo é uma crise existencial,comum em vários ciclos da vida.Estou numa época muito voltada para meu interior,tentando me encontrar,decidir o que fazer,se continuo aqui,se volto,se largo tudo…
    Espero que passe logo…


  37. Olá, Letícia espero que quando aqui entrares já te encontres mais integrada na tua nova situação. Não se pode chamar a isso que sentes crise, oque tu ainda não estás a acreditar nem queres ,que estás em uma mesmo nessa republica. Ao que diz respeito ao arrepedimento que sentes das tuas escolhas pensa que são as tais aguas passadas,são aquelas que não movem nada.Leticía tenta ver mais alguem que se encontre na tua situação quiçá essa pessoa precise de ti para um desabafo,ai complementavam-se.
    Boa sorte e força, não olhes para trás. Vai-me contando a tua adaptação que é um pouco difícil mas toma atenção se não serás tu que te fechas demasiado em ti? ´Pensa nisto. Um abraço amigo


  38. Olá, tenho 47 anos, e estou passando de novo por uma crise existencial. Minha primeira crise foi quando tinha 17 para 18 anos, foi muito dificil sair dela,fiquei até com depressão, ela durou mais ou menos 01 ano, achei que ia ficar louco. Imagine duvidar de si proprio, da sua propria existencia. Comecei a ler uma oração de Sto Antonio, pedindo com FÉ que ele me ajudasse, até que um dia eu sonhei com ele, a partir deste dia minha vida mudou, começei a sair da crise. Hohe ela voltou, estou me tratando com um psicanalista, já faz 06 meses, tenho certeza que vou sair desta mais uma vez, e nunca mais quero me fragilizar de novo. TENHA FÉ, ACREDITE EM VC ISTO É REAL.

    ABRAÇO


  39. Estou na arquibancada torcendo por você, amigo.
    Estava lendo salmo 73 ontem e notei que Asafe, o altor, apesar de ser um levita de Deus estava passando por uma dessas crises, dei graças a Deus por isso, pois aprendi que não somos super-homens, que isso só existe em filmes.Aprendi que sou ser humano e ser humano fica feliz, ser humano fica triste, ser humano vence, ser humano perde, ser humano fica forte, ser humano fica fraco, e no final do salmo Asafe fica forte aprendi que apesar de passarmos por crises não nos prostramos a elas, que venha a dor eu não fugirei dela, me alegro em saber que não há dor que dure para sempre e você que já passou por uma sabe disso e eu que estou passando pela minha saberei vivendo, nisso, também me alegro.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: