h1

Quis custodiet ipsos custodes? Parte III

11 Janeiro, 2007

Até agora, não fomos capazes de formular um contrargumento sólido contra a posição de Platão relativamente à democracia. Podemos colocar o argumento de Platão da seguinte forma:

1. Governar é uma competência.
2. É racional deixar o exercício de competências a especialistas.
3. Numa democracia, o povo exerce o poder.
4. O povo não é especialista.

Logo:

5. A democracia é irracional.

Que argumentos poderemos explorar para contrapôr eficazmente este poderoso argumento? Poderíamos dizer que apesar de não possuirmos confiança num indivíduo, poderemos sair-nos melhor ao depositar a nossa confiança no grupo. Poderíamos colocar o argumento desta forma: apesar de nenhum indivíduo, por si só, ser um especialista, um grupo, reunidas as condições ideais, é especialista.

Mas como podemos saber se esta é uma boa resposta? Seguramente o leitor estará inclinado a pensar que tal resposta poderá ter origem intuitivamente. Mas a possível resposta vem pela mão do Matemático francês Condorcet, que viveu no século 18:

“Imagine we are to take a vote on a particular issue, for which there are only two possible answers. Now although we cannot always rely on a vote, under the right circumstances we can have almost absolute confidence that the majority will reach the right decision. The key variables to note are, first, the size of the total group, second, the average competence of the voter, and third, the size of the majority. Consider the following examples, from the philosopher and political scientist Brian Barry: [1]

If we have a voting body of a thousand, each member of which is right on average 51% of the time, what is the probability in any particular instance that a 51% majority has the right answer? The answer, rather surprisingly perhaps is: better than two to one (69%). Moreover if the required majority is kept at 51% and the number of voters raised to 10,000 … the probability that the majority has the right answer rises virtually to unity (99.97%). Brian Barry, ‘The Public Interest’, p. 122 in A. Quinton (ed.) Political Philosophy Oxford University Press, 1967.

Poderá este argumento servir como resposta, mostrando que o grupo pode agir enquanto especialista? Potencialmente. Mas do potencial ao actual vai uma distância considerável: Como podemos verificar, para que o argumento resulte da forma pretendida, a competência média do grupo deve ser de, pelo menos, 50%. Se não for assim, o argumento irá funcionar de forma inversa, conferindo solidez ao argumento platónico.

[1] Jonathan Wolff, Introdução à Filosofia Política

4 comentários

  1. O que entende exactamente por ‘democracia’? Democracia directa? Democracia representativa?


  2. De facto, às vezes penso que o povo «não é especialista», mas acho que todos gostamos de ter poder de escolha, igualdade de direitos, etc, próprios da democracia… É uma questão delicada, mas acho que seria recuar se desinstaurássemos a democracia…

    **


  3. pedroromano:

    Na época de Platão, Atenas disfrutava do que chamamos, em contexto histórico de ‘Democracia Ateniense’. Uma Democracia Directa, com diversas limitações.

    Mas o problema extende-se a todos os tipos de democracia (seja ela directa, representativa, por consenso, etc). O poder reside, derradeiramente, no povo: mesmo que o povo não exerça directamente o poder, este possui o poder de escolher os seus representantes, que podem, por sua vez, ser incompetentes.


  4. Marta:

    Concordo. A minha opinião é favorável à democracia (se bem que não de acordo com a variante Representativa, preferindo uma Democracia Directa, fazendo com que cada individuo participe activamente na vida política, intervindo no processo de decisão), e penso que seria uma derrota se retrocedessemos. Mas, certamente, a Democracia não é o melhor sistema político; se bem que seja o melhor que possuímos.

    **



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: